Fechar barra lateral
Buscar conteúdo
Comentários recentes
    Vestibular

    Vestibular

    Neste 24 de maio, comemoramos o Dia do Vestibulando. Certo, a gente concorda, quase ninguém comemora a data. Podemos deduzir que ninguém dá muita bola por um motivo bem claro: estamos vestibulando, não somos vestibulando. É apenas espécie de rito de transição da escola à faculdade. Tudo certo, seguimos com o barco.

    Conforme o último ano do ensino médio vai acabando, as dúvidas quanto ao futuro crescem assustadoramente. Elas começam pequenas e, lá pelas tantas, são monstrinhos que nos engolem e enchem de angústia. Como assim? Tenho de definir o que farei para o resto da vida agora? Agora mesmo? Não pode ser depois? Esse (falso) sentimento do inadiável e irremediável apavora. E como apavora.

    Depois, vem a bendita prova. A gente estuda o que dá, chega na hora e calibra bem o chutômetro. Dependendo do processo seletivo, tem ainda a tal redação. Caraca, é sobre o quê? E você, maldito branco, por que me acompanha? Ia ler sobre esse assunto na semana passada, e preferi não abrir aquele link. Estou morto, enterrado, sepultado, esquecido… Que lástima!

    Mas no final, tudo dá certo – com alguns errinhos aqui e acolá. Porque gabaritar o vestiba não é assim das tarefas mais fáceis e rotineiras, né? Espera aí, esquecemos de um detalhe beeeeem importante: como escolher o que farei para o resto de minha vida e existência? Bom, os métodos são variados. Aqui na agência tem gente formada em Publicidade e Propaganda (dois cursos num só!), Relações Públicas, Design Gráfico, Jornalismo e Marketing. Alguns escolhem o curso por livre e espontânea pressão. Outros são motivados pela revelação dos astros. Tem também o sexto sentido, as premonições, as promessas ou o famoso “ah, achei que fosse legal trabalhar com criatividade e tal… Sabe, um trabalho mais leve, onde eu possa ir de chinelo de dedo, trabalhar na praia, ouvindo aquele som bacaninha…”. Ledo engano, meu amiguinho. Ledo engano.

    Pensando bem, não estamos vestibulando. Contrariando a introdução deste texto, estamos permanentemente vestibulando. As escolhas estão à nossa disposição, mas não é tão simples assim definir pelo caminho certo. Afinal, o que é certo? São tantas questões, e todas de múltipla escolha. E não esqueça: despois disso tudo, ainda tem a redação, meu jovem.

    Veja também
    Arquivo de Ideias
    Redes Sociais
    Contato

    Rua Dal Canalle, 2186 - sala 8001
    Caxias do Sul / RS

    (54) 3028-6094 contato@quantaideias.com.br

    © Quanta Ideias - 2013