Fechar barra lateral
Buscar conteúdo
Comentários recentes

    Você acorda animado. Encontra a bike na bagunça, enche os pneus e pula pra cima dela. Logo nas primeiras pedaladas, você quase cai. Certo, quem sabe andar de bicicleta não esquece jamais. Mas a falta de treinamento leva à imperfeição. Lógico, você não desiste, sobe mais uma, duas, três vezes. Ainda se acostumando ao equilíbrio necessário sobre as duas rodas, segue em frente, confiante e cheio de si.

    Até que…

    O temido, o lendário, o inimigo número um de qualquer ciclista profissional ou casual surge logo ali: a ladeira, o morro. De cima pra baixo, todo santo ajuda, menos o das causas e freios perdidos. Agora, de baixo pra cima, a história é outra, meu amigo. É quando você descobre o valor da força gravitacional: aquele Everest a sua frente parece não ter fim. No topo, você só enxerga céu. O horizonte é subida e… céu. Todo aquele ânimo, esforço e determinação se esvaem com a visão. Você até fecha os olhos. Ao abrir, pimba, o Everest continua ali, zombando da sua cara.

    Há diversas técnicas para vencer essas montanhas intransponíveis, como controle da respiração, ritmo, postura, altura do selim e direção. Tudo deve seguir a demanda, ou seja, estar afinado ao seu peso corporal, ao condicionamento físico e equipamento utilizado. Na Comunicação, é bem parecido. As técnicas, as ferramentas, os estilos, enfim, existem inúmeras abordagens aos mesmos problemas. Nosso trabalho foca justamente nisso, no estudo das melhores e mais efetivas ideias, tendo em vista o perfil de cada negócio e situação.

    O cliente depara-se com o morro a sua frente. E agora, o que fazer? Aqui na Quanta, trabalhamos sob o conceito original CriaMarketing. É a criatividade como ferramenta para resolver problemas. É a dosagem de força no pedal, a altura do banco, a direção e a abordagem correta ao contratempo. Entender o problema, sua natureza, o cenário e a maneira pela qual podemos transformá-lo em oportunidade, solução.

    Continua ali parado em frente ao morro? Olhe para o lado. Não, para o outro. Aqui, aqui na sua direita. Agora, vamos mirar o topo e seguir em frente. Juntos e sempre ladeira acima.

    Veja também
    Arquivo de Ideias
    Redes Sociais
    Contato

    Rua Dal Canalle, 2186 - sala 8001
    Caxias do Sul / RS

    (54) 3028-6094 contato@quantaideias.com.br

    © Quanta Ideias - 2013